22 julho, 2009

Sempre tem um lado bom

Incrível que mesmo nas piores situações, conseguimos achar pontos positivos. O que me fez pensar nesse assunto foi o acidente de carro que eu e minha mãe passamos nessa semana. Bom, primeiramente vou relatar o que aconteceu.

"Eu e minha mãe estávamos voltando pra casa, depois de passarmos no mercado. A sinaleira fechou logo na nossa vez, fazendo com que tivéssemos que esperar um pouco mais. Minha mãe estava atenta e viu que a outra sinaleira já estava fechada e comentou: 'Olha só, tá vermelho há um tempão e ainda tem carro passando.' Esperou mais alguns segundos, e foi. Só lembro da minha ter dito algo como 'Ai meu Deus' e a batida aconteceu. Não lembro se deu som alto, nem lembro de eu ter gritado. Só lembro da sensação do carro fazendo uma curva. Logo havia pessoas em volta do carro nos ajudando e perguntando se estávamos bem. Nenhuma de nós se machucou."

E o que há de bom nessa história? O bom foi o timing imperfeito ser perfeito. Se minha mãe estivesse numa velocidade maior, o carro não teria nos atingido, mas teria pego a mulher atrás da gente. Se minha estivesse mais lenta, o carro batia direto nela. E, graças a Deus, meu irmão não estava junto com a gente, porque justamente o lugar que ele geralmente senta foi atingido. Não consigo pensar nessa história sem me emocionar. Sem agradecer a Deus, porque a morte é tão estúpida assim: uma questão de alguns segundos. Segundos dos quais preciso me esforçar ao máximo para lembrar de detalhes. Segundos que escapamos de uma tragédia.

O pior da história é a dor de cabeça que isso está nos dando. A dondoca do outro carro vai morrer dizendo que não foi ela que passou no sinal vermelho, mesmo todas as testemunhas alegando o contrário. Mas nem me estresso muito. Porque quem está com a verdade deve vencer, não é? Nem sempre.

Mas o concerto do carro é o que menos importa. O que poderia ter danos irreversíveis está inteiro, então o resto é resto.

Provavelmente ninguém vai ler isso aqui, mas era algo que precisava ser dito.

Natália

Um comentário:

Tiago disse...

eu li hehehe
naum sabia que vc tinha sofrido um acidente...
vc está bem usahusausa
bjs