18 janeiro, 2009

Bons tempos

Hoje investi alguma parte da minha tarde para lembrar de como minha vida era 10 anos atrás. Engraçado, há pouco tempo eu pensava: "10 anos atrás eu nem era nascida/eu era um bebê". Já hoje, 10 anos atrás eu tinha 5 anos e uma mente bem evoluída (AHUHA). Podem acreditar, eu tenho provas: as boas e velhas fitas em que pais corujas gravavam qualquer coisa que seus filhos faziam. Sim, eu era uma criança de 5 anos bem esperta e sim, eu era um pouco lesada. Mas não é isso que eu quero provar hoje.
Minha intenção para este post é lembrar como a vida era mais simples quando éramos menores. Não no sentido do mundo ter mudado, mas da gente ter crescido. Uma criança consegue enxergar beleza em quase tudo. E nós? (uau, pareço uma adulta) Conseguimos enxergar defeitos em quase tudo. Por que isso?
Sério, a vida é muito linda pra ser levada pro lado negativo. Todos deveriam às vezes acordar seu lado criança e aproveitar melhor tudo. Isso para não chegar ao fim da vida e cantar "devia ter amado mais, ter chorado mais" e sim dizer "a vida é cor de rosa".
Sem muita paciência para expressar todo meu pensamento, deixo meu toque aí pros meus leitores (SHUAHSUA) formularem suas próprias teorias. 


Obs.: Eu esqueci de mencionar aqui: meu irmão passo em Ciências Econômicas na UFRGS Õ//


xoxo

Um comentário:

Brux x.x disse...

Eu também chego nesse ponto as vezes, até chegar a Constance e acabar com o meu positivismo.
E eu não acho que a vida possa ser rosa. Eu acho que ela é AZUL.

Parabéns pro teu irmão :D