24 novembro, 2010

Carroceiros


Eu estou muito ocupada, mas mesmo assim acho tempo para pensar em coisas extremamente sem nexo. Hoje, por exemplo, vi um carroceiro fazendo uma barberagem e comecei a ver os PRÓS e CONTRAS desse transporte tão arcaico.

PRÓS:
Com exceção da poluição visual e de olfato dos dejetos deixados pelo cavalo, a carroça é 98% desfavorável a liberação de gases tóxicos, que provocam o efeito estufa agravado no planeta Terra. Os 2% restantes se devem a eventuais flatulências, as quais liberam metano para ferrar com o pleneta. Porém adaptando o famoso ditado e com perdão da expressão: o que é um pum para um mundo que já está todo cagado?

Se todos andassem de carroça, não haveria tanto acidente e, provavelmente, não existiram asfaltos (para não machucar os cascos dos bichanos que puxam tudo), o que melhoraria a absorção dos raios solares e blá blá blá.

CONTRAS:
Cocô de cavalo fedido no meio da rua e seu carro passando BEM em cima. Adoro.

O trânsito para com uma carroça em movimento.

Os carroceiros não pagam imposto pra usar a rodovia, ou seja, eles tão liberando dejetos em uma estrada que eles, por lei, nem tem direito de uso.

E o pior: o cavalo. O coitado não tem culpa de ter que puxar 300 mil quilos que o dono quer levar de um lado para o outro. Eu tenho muita raiva quando vejo aqueles cavalos que dá para ver as costelas do bichinho. Não é justo.




Há outro ponto, porém: quem tem carroça é por que não pode bancar um carro. E se todos tivessem carro, a poluição seria maior ainda. OU SEJA: não há ganhador entre os prós e contras. Ou a gente arruma algo barato e não poluente pra deixar os cavalos livres pelos campos desse Brasil ou eles continuarão como escravos e destruidores de um trânsito decente.

Um comentário:

Noimix disse...

Muito boa postagem. Esses carroceiros encomodam d+, só que tu vai fazer o q? é o jeito de alguns pobres ganharem a vida. Já que a gasolina tá cara, e nem o ser de classe média consegue pagar, imagina um pobre. é mais fácil dar comida pra um cavalo, do que colocar gasolina no carro, e o cavalo ainda naum paga imposto. Esse é nosso Brasil, mas se Deus quiser, um dia as coisas tomam um rumo correto.
Bjusss.