12 dezembro, 2008

História da vida

Claro que eu sou a malvada da história e o resto é santo. Sempre foi assim e com uma ajudinha extra aí, nem me fale. Eu acho que se eu escrevo algo no blog, é algo público. Qualquer um lê, QUALQUER pessoa que eu tenha no msn ou orkut ou até mesmo gente que eu não conheço. Mas se tu quer me ajudar/me ferrar, fale diretamente comigo ou deixe seu comentário. Acho que não tem nenhuma criança de maternal aqui, ou seja, eu sei as conseqüências dos meus atos. 
Eu tenho o direito de me expressar, eu tenho o direito de escrever o que eu quiser! EU TENHO LIBERDADE DE EXPRESSÃO! Direito que não fui eu que conquistei. Muitas pessoas antes de mim lutaram por isso. Eu já nasci com esse direito e eu luto para mantê-lo.
Cansei de ver pessoas tendo sua culpa livrada por serem considerados melhores. Falem comigo daqui a uns 10 anos e vamos ver quem se deu melhor: quem lutou pelo seu espaço ou que ganhou tudo desde sempre.
A vida é MARA em alguns aspectos, mas muito decepcionante em outros. Por isso "it's better to let go". Não insisto no erro, no que me faz mal. Eu sigo em frente e não acho isso ruim. Porém, aos olhos do mundo eu sou a egoísta que só penso em mim mesma. Mas me diz: WHY, ON EARTH, I can't move on? As pessoas mudam. Seus conceitos mudam. Suas amizades mudam. Seus textos mudam.

"Não existe o passado nem o futuro. Só existe o presente. O passado é a lembrança presente do que passou e o futuro é uma antecipação presente daquilo que virá."*

Eu vivo o presente e tu?

*texto retirado do meu caderno de filosofia do filósofo Agostinho.

Um comentário:

Cons :) disse...

Eu também. Que essa seja a nossa filosofia de vida :)